Crianças encontram ossada de jovem ao ir buscar bola no mato em Pimenta Bueno - Ao Vivo Rondônia

Crianças encontram ossada de jovem ao ir buscar bola no mato em Pimenta Bueno

16/02/2015

Crianças encontram ossada de jovem ao ir buscar bola no mato em Pimenta Bueno

Segundo informações colhidas pela equipe de reportagem do site Pimenta Virtual, no fim da tarde deste sábado, dia 15 de fevereiro, cerca de cinco garotos com idade entre 10 e 15 anos, estavam jogando bola em um campinho que fica localizado na rua Alameda Pedro Costa Leite, nos fundos do centro comunitário Pedro Canteli, no bairro Nova Pimenta em Pimenta Bueno-RO, quando um dos garotos chutou uma bola que caiu no mato, ao ir buscar a bola, os garotos se depararam com uma ossada humana.


Muito assustados, os garotos correram para casa onde informaram o que haviam encontrado, logo após, a polícia militar foi acionada.


Ao chegar no local a polícia constatou a veracidade da informação, a ossada estava em meio a vegetação a cerca de 18 metros de distância  do campo, fato que chamou a tenção da polícia, pois a ossada  estava muito próximo do campo e em um local de fácil acesso, o que intriga é como o corpo permaneceu por tanto tempo sem ser descoberto, já que naquele local é constante a presença de jovens e crianças.


A perícia técnica foi acionada e chegou rapidamente ao local, ainda durante os trabalhos periciais, uma senhora por nome de Lúcia chegou com a suspeita de que o corpo poderia ser de sua filha que estava desaparecida desde o último dia 1 de fevereiro.


Logo dona Lúcia reconheceu uma corrente a qual pertencia a sua filha, em seguida um par de chinelos encontrado próximo a ossada também foi identificado por dona Lúcia, que a essa altura já não tinha dúvidas de que a ossada encontrada era de sua filha.


O corpo foi identificado como sendo de Gislene Aparecida de Oliveira Borges de 22 anos de idade.


Segundo dona Lúcia, mãe de Gislene, a jovem havia saído de casa dizendo que iria resolver uns “problemas”, depois disso  ela não soube do paradeiro de sua filha.


Segundo a família, a jovem de apenas 22 anos sofria com problemas mentais, e que em outras ocasiões chegou a ficar alguns dias fora de casa.


Gislene morava na  rua Carlos Gomes, bairro Nova Pimenta em Pimenta Bueno e deixou um filho de apenas 4 anos de idade.


O delegado da polícia civil de Pimenta Bueno, Drº Juarez esteve no local juntamente com investigadores da polícia civil.


O desafio da polícia agora é refazer os passos da jovem e tentar descobrir o que aconteceu quem teria cometido o possível crime.

Fonte: Pimenta Virtual

Autor: Fábio Matias

Imagens: Kleyton Santos