Homem finge ser pastor para Molestar as Mulheres - Ao Vivo Rondônia

Homem finge ser pastor para Molestar as Mulheres

27/12/2014

Homem finge ser pastor para Molestar as Mulheres

Um falso pastor foi preso em Serra, no Espírito Santo, no começo de dezembro acusado de se passar por pastor evangélico para molestar mulheres. Com a desculpa de ungi-las, o homem se aproveitava e tocava maliciosamente nas vítimas.

Wagner Floreste, 33 anos, é acusado de praticar o ato contra um podóloga em Jacaraípe. Segundo a polícia o homem se apresentou como missionário de Cristo e começou a ungir a podóloga que logo desconfiou dos toques físicos.

“Ela pressentiu que seria molestada e falou que ia chamar a polícia”, disse o delegado Isaías Tadeu, responsável pelo caso.

A podóloga só foi denunciar o caso à polícia depois de uma semana, quando viu fotos do falso pastor nos jornais. Wagner havia sido preso em Vitória por tentar abusar de uma comerciante aplicando o mesmo golpe.

Na ocasião o homem foi preso e liberado em seguida depois de assinar um documento se comprometendo a comparecer na Justiça. Agora ele deve ser indiciado pelos crimes de assédio sexual, constrangimento e ameaça.

Em sua defesa Wagner negou que tentava abusar das mulheres, disse que realmente é missionário e que aprendeu com os pastores de uma igreja evangélica que é necessário tocar nas pessoas para ungi-las. “Ungir cabeça, ungir testa, ungir a coluna, essas coisas assim. Não tinha intenções sexuais”, disse. Com informações G1



 

 

Fonte: Golpel Destaque