MPF no Ceará começa a ouvir alunos sobre suposto vazamento no Enem - Ao Vivo Rondônia

MPF no Ceará começa a ouvir alunos sobre suposto vazamento no Enem

18/11/2014

MPF no Ceará começa a ouvir alunos sobre suposto vazamento no Enem

Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE) começou a ouvir nesta segunda-feira (17) os estudantes que denunciaram o suposto vazamento do tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014. A aluna de um cursinho de Fortaleza que diz ter recebido um áudio de um amigo com o tema da prova foi ouvida na manhã desta segunda, segundo o órgão.

Na sexta-feira (14), foi instaurada investigação a partir das matérias publicadas pela imprensa mostrando alunos do Ceará que dizem também ter recebido antecipadamente o tema da redação, "Publicidade Infantil no Brasil", de forma similar ao que ocorreu no Piauí. De acordo com a procuradora Nilce Cunha, do MPF, os três estudantes serão chamados a prestar depoimento e os celulares requisitados para perícia.

Um estudante de 20 anos, que mora em Fortaleza, disse que chegou ao celular dele às 11h50 uma mensagem com uma imagem mostrando o tema da redação na folha de prova. "Antes de chegar à prova, uma hora e dez minutos antes eu recebi uma mensagem de um colega de Campina Grande. Se a mensagem chegou de outro estado, de São Paulo, então, ela deve ter se espalhado em vários estados ainda antes da prova", afirmou. Não sei se vou entrar com alguma representação na Justiça, vou conversar com meus pais e com a direção", afirmou.Três alunos que conversaram com o G1 na quinta-feira (13) informaram que receberam mensagens pelo celular com o tema da prova antes ou durante a realização do exame.

 Uma estudante do ensino médio de 17 anos afirmou ter recebido uma mensagem em áudio no celular às 15h11 (horário de Brasília) e a viu logo após sair do local de prova. O áudio era de um amigo que soube do tema por ter visto uma imagem do carderno de prova que chegou via celular no WhattsApp, segundo a aluna.

Um terceiro aluno declarou ao G1 que também recebeu uma mensagem às 15 horas no celular também por WhatsApp.

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), José Francisco Soares, descartou, em Fortaleza, o cancelamento do Enem 2014 por causa de fraudes e suposto vazamento no Piauí. "Está completamente fora de cogitação", disse. "Não há nada que nos leve a essa direção'', afirmou. Até a manhã sexta-feira, quando Soares fez a declaração, não havia denúncias formalizadas na PF ou MPF sobre o caso dos três alunos cearenses. 

 

FONTE:G1